Notícias

Solução para a captação de água é definida

O problema com a captação de água no rio Madeira, que provocou o desabastecimento de água em Porto Velho, não deverá voltar a ocorrer com a solução encontrada conjuntamente pela Companhia de Água e Esgotos de Rondônia (Caerd), responsável pelo fornecimento de água tratada e esgotamento sanitário, e Santo Antônio Energia, responsável pela construção e operação da usina hidrelétrica Santo Antônio.

 

A solução acordada entre ambas as empresas em reunião é a construção de uma adutora provisória com cerca de 900 metros que interligará uma das tomadas de água, localizada na barragem, com a estação elevatória já existente. Esta obra será executada com recursos da Santo Antônio Energia e deverá estar finalizada até novembro deste ano.
 
A presidente da Caerd, Márcia Luna, acatou de imediato o projeto apresentado e parabenizou o presidente da Santo Antonio Energia pela decisão tomada de executar a adutora como solução alternativa, que não será desativada após a conclusão da adutora definitiva, em processo de licitação pela Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), e ficará como plano de contingência. “Venceu a técnica, o bom senso e toda a população de Porto Velho”, afirmou Luna.
 
Para o presidente da Santo Antônio Energia, Eduardo de Melo Pinto, esta solução conjunta reforça a parceria da empresa com o governo de Rondônia e está alinhada com o compromisso da Caerd com o abastecimento de água na capital. “Nossa concessão para operar a usina é de no mínimo 35 anos. Nada mais natural que fortalecer os laços da nossa empresa com o Estado, Prefeitura e, consequentemente, com toda a comunidade rondoniense”, ressalta o presidente da empresa.
 
A Santo Antonio Energia ratificou ainda o compromisso com a manutenção e assistência operacional da citada solução alternativa até a conclusão das obras da adutora definitiva com recursos do PAC II. A implantação desta solução será feita de modo a não interferir com a instalação da adutora e sistema definitivos, a cargo da Caerd.