Notícias

Projeto “Meu Sítio, Minha Casa” premia vencedores

O projeto “Meu sítio, minha casa – quem ama cuida” foi encerradovno dia 10, com uma festa que movimentou o reassentamento Santa Rita, localizado a 54 quilômetros de Porto Velho.

Iniciado em agosto deste ano, o projeto foi desenvolvido pela Santo Antônio Energia em parceria com a Emater, consultoria Plenu´s e outras instituições, com os objetivos de incentivar os moradores dos reassentamentos a realizarem melhorias ambientais em seus lotes e a incrementarem a produção agrícola familiar.

Participaram 178 famílias dos reassentamentos Santa Rita, Morrinhos e São Domingos. Os lotes foram avaliados durantes os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro por uma equipe de oito consultores da empresa Plenu´s que observaram o cuidado e organização das partes internas e externas das casas, paisagismo do entorno do lote, destinação de resíduos, condições dos animais domésticos e das hortas, armazenamento de insumos e de alimentos, entre outros quesitos. “Este projeto possibilitou às famílias adotarem atitudes positivas que já estão sendo incorporadas ao cotidiano. Todo o trabalho realizado aqui é resultado do amor das famílias por seus sítios e por suas terras”, declarou o coordenador Fundiário da Santo Antônio Energia, Ivan Silveira.

Foram premiadas 15 famílias que ganharam roçadeira, pulverizador, freezer, geladeira, televisão, máquina de lavar e micro-ondas. Os três primeiros colocados foram contemplados com uma moto por família. O grande vencedor na categoria geral foi Antônio Varini, morador do reassentamento São Domingos e produtor de hortaliças, frutíferas e mandioca.

Conhecendo  seu lote, não é difícil entender o motivo da vitória. Flores de todas as cores e tamanhos enfeitam o quintal. Nada está fora do lugar. Pés de milho estão enfileirados, a frondosa árvore repleta de carambolas está cheia de pequenos ninhos de pássaros. Tem também pimenteiras, pés de amora e de coco visitados a todo momento por borboletas amarelas. Impossível não se encantar com tanto capricho. O segredo para ter um lar tão bonito e bem cuidado, é o próprio senhor Varini quem revela: “Lá em casa fazemos tudo com muito amor e trabalhamos sempre de forma organizada, pensando no melhor para nossa família. Meu jardim é simples, mas bonito porque investimos nele o que temos de melhor que é nossa força, nossa garra e nossa coragem”.

O projeto terminou com festa e com um “costelão” servido para centenas de pessoas no reassentamento Santa Rita.