Notícias

Colônia de Pescadores assume o Projeto de Piscicultura da Vila Nova de Teotônio

O projeto de piscicultura implantado pela Santo Antônio Energia na Vila Nova de Teotônio, distante 40 quilômetros de Porto Velho, está sendo administrado pela Colônia de Pescadores.

A piscicultura está implantada em uma área de 13 hectares, o equivalente a 13 campos de futebol, e possui 19 tanques escavados, também chamados de viveiros, onde estão cerca de 30.600 tambaquis. “Quando conhecemos o projeto ficamos deslumbrados porque é grandioso. Temos certeza de que poderemos usar toda nossa experiência para desenvolver bons trabalhos”, afirma a presidente da Colônia de Pescadores, Marina Veloso.

A venda da primeira safra de 15 toneladas de tambaquis ocorreu nos últimos dias para uma empresa de Rondônia que irá comercializar os peixes no Estado. Para a próxima safra, prevista para março, a intenção é diversificar a produção, agregando a criação de jatuaranas e pirarucus. O recurso proveniente da venda dos peixes será revertido para a manutenção e melhorias do projeto.

A Colônia de Pescadores, que possui três mil associados, está bastante animada. Os planos a longo prazo são a criação de uma mini -indústria de pescado para o processamento dos tambaquis, transformando a carne dos peixes em hambúrgueres, linguiça e costelinha de peixe.

O analista socioambiental da Santo Antônio Energia, Fábio Nogueira, afirma que está empolgado com a parceria estabelecida com a Colônia, o que garantirá o desenvolvimento da piscicultura em Teotônio. “Todas as ações deste projeto de piscicultura fazem parte do Programa de Apoio à Atividade Pesqueira da Santo Antônio Energia. Estamos muito contentes com esta parceria porque a colônia entende deste tipo de trabalho e está bastante animada”, afirma.

Comentários desativados em Colônia de Pescadores assume o Projeto de Piscicultura da Vila Nova de Teotônio